Prender manifestantes por formação de quadrilha é AI-5 contra a luta social

(Foto:Pedro Chavedar) Os momentos históricos são diferentes, mas o que está acontecendo em São Paulo precisa ser discutido do...

(Foto:Pedro Chavedar)

Os momentos históricos são diferentes, mas o que está acontecendo em São Paulo precisa ser discutido do tamanho que merece. Manifestantes não podem ser presos sob acusação de formação de quadrilha, crime inafiançável. Se isso vier a prevalecer, estaremos entrando num cenário de ditadura contra a luta social. Será um novo AI-5, o instrumento que faltava para a tão sonhada criminalização dos movimentos sociais que vem sendo arquitetada há tanto tempo pelas forças conservadoras do país. E que ganhou hoje o apoio, em editorial, da Folha e do Estado de S. Paulo.

Na última terça-feira foram 20 presos. Hoje, fala-se em mais de 60. Muitos deles jovens que carregavam apenas vinagre para se defender do já previsto ataque de bombas da Polícia Militar. Entre esses que carregavam vinagre, um fotógrafo da Carta Capital.

O jornalista da Carta Capital já foi solto, mas a grande maioria dos jovens ainda está amargando o gosto da cela. Quem não está sendo acusado de formação de quadrilha, pode obter a liberdade pagando 20 mil reais.

Ou seja, a partir de agora quem for para a rua lutar é bandido de alta periculosidade. E o pior disso tudo é que tem gente que se diz de esquerda que está aplaudindo essa ação nefasta.

Cansei de ver os metalúrgicos do ABC parando a Anchieta para reivindicar aumentos. Cansei de ver os bancários de São Paulo fechando as ruas do centro de São Paulo em suas campanhas salariais. Participei de greves gerais convocadas pela CUT e que interrompiam avenidas de todo o país. E muitas vezes vi gente com pedaço de pau e o que tivesse na frente indo para cima de policiais e da cavalaria. E também vi muitos sindicalistas com o rosto jorrando sangue.

A polícia brasileira sempre foi violenta com os movimentos sociais. E é essa violência que estamos assistindo contra os manifestantes no centro de São Paulo que está engordando o caldo das manifestações do Passe Livre. Essa violência que o jovem da periferia vive no seu cotidiano é também a gasolina dos protestos. Não é só os vinte centavos.

Muito mais gente vai para a rua da próxima vez. E Alckmin está dando risada. Porque isso vai fazer bem para a sua popularidade. Afinal, em São Paulo há um eleitorado que quer o xerife na rua. Quer ver sangue. E quer ver quem luta, quem protesta, quem para avenidas, na cadeia. Que sonha em ver a extinção “dessa raça”.

A questão é que se os movimentos sociais que não estão diretamente envolvidos nos protestos atuais aceitarem essa criminalização absurda do Movimento Passe Livre, estarão assinando o seu atestado de óbito. Quando quiserem lutar serão tratados da mesma forma.

A não ser que já tenham abdicado da luta como um instrumento de construção de uma sociedade mais justa. E aí também já terão assinado seu atestado de óbito. Movimento que não luta numa sociedade tão desigual como a nossa não é movimento.

Para o movimento social agora não é hora de se discutir os exageros. É hora de defender os direitos. O que está em curso é muito mais perigoso do que pode parecer à primeira vista. A continuar assim, em breve, líderes sociais estarão sendo presos acusados de terrorismo.


Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum e recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa e ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses.




Você ganha descontos em livros e produtos do programa Sócio Fórum, recebe a cada 3 meses um livro das Edições Fórum na sua casa, ganha 1 caneca personalizada da Fórum após 6 meses e 1 camiseta personalizada após 1 ano.





Golpe 16 - O livro da blogosfera em defesa da democracia

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.



In this article

Join the Conversation

92 comments

  1. Roberto Ribeiro Responder

    Manifestações sim, mas sem depredações.

    1. Renato Responder

      E em fila indiana, pra não atrapalhar o trânsito, né?

      Até uma ostra entende que uma parcela mínima busca conflitos e depredações e que isso não invalida a luta que está sendo travada nas ruas.

      E as balas de borracha são fofinhas, né? Não quebram nada, não machucam. E as bombas de efeito moral são de ursinhos de pelúcia!

      Te informa, desorientado!

      1. Daniel Faria Responder

        “Poxa, véi, concordo que a unificação da Alemanha é uma causa justa, eu apoio e tal, mas depredar o muro já é foda…”

      2. willian Responder

        Estamos assistindo uma resposta as leis que nossos politicos insistem em aprovar, essas parecem mais um ‘terrorismo’ contra o povo. Somos um país de grandes desiqualdades, não podemos ficar parados e calados diante de tanta opreção, essa política dita ‘neo liberal’ tem que ser encarada de frente por cada um de nós cidadão, ou seja toda sociedade.

        1. Israel Responder

          Certo Willian:
          Continue assim quem conspira não tem nenhum conhecimento pois não há movimentos que não aconteça estas coisas que estão acontecendo pena que os políticos insistem em não ouvir o povo.

          1. Darlan

            Quando eu li: ”fiança de 20 mil reais”, instaneamente parei de ler. “As depredações” é o argumento moral que eles podem usar contra n[os povão(ou povinho) para aplicar certa falácia que não estamos fazendo da maneira correta. E o que seria a forma correta? A destruição do patrimônio público sem um motivo para tal ato é sim vandalismo, ilegal e antiético, mas quando há motivos é preciso fazer sim! Pois é a única forma de chamar a atenção das autoridades maiores.Agora, se enxerguem, quem vocês acham que pagou o murinho ou a vidraçaria de determinada construção? Nós mesmos, com base no que eu afirmo isso? Juros. Comecem a deduzir mais e falar menos, aí quem sabe uma evolução de verdade acontece nesse mundinho egoísta. Pelo menos um lugar mais seguro e com indivíduos menos covardes e autoritarios.Obg pela atenção, paz a todos.

      3. Oswaldo Responder

        acredito que tudo é válido, mas acredito que destruir patrimônio de particular, e mesmo público, é coisa que leva a própria população ficar contra.
        pegar lixeiras de concreto, jogar no meio das ruas, e colocar fogo no lixo?
        parar o trânsito, acho perfeito, chama a atenção, fazer com que os meios de transporte não circulem, este é um objetivo bem arquitetado.
        já pensarem em entrar e lotar os vários ônibus numa av. paulista, e todos, de forma civilizada, não pagar a condução?
        algum confronto pode existir, mas não o que está virando, uma guerra urbana, com bandalheiras de ambas as partes.

      4. Sérgio Ricardo Responder

        Espero que essa “parcela mínima” não seja formada por aqueles que não tem nenhuma identificação com os movimentos sociais, muito pelo contrário. Não sei se me fiz entender…

        1. Reginaldo Bispo Responder

          VC QUIS DIZER, POLICIAIS PROVOCADORES A PAISANOS INFILTRADOS? NEM PRECISA TER MEDO, MESMO FARDADOS HÁ FOTOS DELES AOS MONTES, ALÉM DA CONFISSÃO DO PRÓPRIO COMANDO.

          1. Lollie

            Com certeza. Quem está nas ruas sabe o que está acontecendo. Vejo muita gente metendo malho nos BB, porém, o que eu vi foi a ação covarde da PMERJ que nos atacou e encurralou contra uma av movimentada (atirando com balas de borracha e muita fumaça de gás efeito moral e pimenta), fazendo manifestantes, que estavam andando de forma ordeira terem que correr na frente de ônibus e carros em alta velocidade, não sei como não fomos atropelados, e quando dispoersou, tivemos que fugir de policiais que vinham em motos atirando com balas de borracha e jogando gás para dispersar grupos de 4 pessoas. Ridículo. Só sei que se não fosse o BB eu e muitos teríamos apanhado muito e até teríamos sido presos naquela noite (talvez até com o argumento de formação de quadrilha), e a mídia iria depois dizer que nós é que estávamos depredando e a sociedade que não sai do sofá iria dizer que nós somos vândalos. Vi PM jogar rojão, vi PM começar gratuitamente ataques contra manifestantes sem máscaras, fui seguida por 2 PM a paisana. Só digo uma coisa pra quem está nos chamando de vândalos, vão às ruas e vejam. Não confiem no que ouvem.

    2. Gabriela Responder

      Hoje, depois de muito tempo, me senti com esperança de mudanças. É claro que isso não é o suficiente e que o vandalismo que uma minoria tem praticado (pelo que estou vendo de longe e de relatos de quem está lá dentro) não se justifica. Mas já estamos saindo da inércia. E essa guerra que o governo, a policia e a mídia montaram demonstra o quanto estão com medo. Talvez a gente tenha apanhado demais.

    3. Bruno Jucá Responder

      vai fazer uma petição online entao o cabaço, ve se muda alguma coisa

    4. Thiago Possiede Responder

      “Manifestações sim, mas sem depredações”. Faça-me o favor, de que lado você está? O que foi depredado pode ser consertado, reparado. Argumento no mínimo ridículo.
      Guarde o seu conservadorismo. O Brasil já está entupido dele, com a sua classe média nojenta que adora ver manifestantes serem espancados pela polícia.
      O que está em jogo é a própria liberdade de expressão, de manifestar, de obter direitos, de expor problemas sociais, de exigir mudanças.

      1. Temistocles Responder

        Falou tudo, esses filhinhos de papai médio burguês, vem aqui com esses papinhos, de que não pode quebrar, depredar e vandalizar, querendo tirar o foco principal, esquecem que quebrando, ou não quebrando já pagamos essa conta todos os dias com nossos impostos, e nunca acaba essa dívida, foda-se os danos materiais, isso sempre ocorre com as famílias pobres em desapropriações, e ninguém fala nada, se não nos escutam no dialogo então tem que ser na força..E viva as massas parecem que estão acordando.

    5. Marcelo Luiz Responder

      O Arnaldo Jabor deve ser ou seu tutor né?

    6. CAMILA Responder

      que falácia hein Roberto!!

    7. Henrique Arreguy Hachmann D'Agostini Responder

      Roberto, você realmente acha as depredações foram feitas pelos manifestantes?! conhece o termo VIOLÊNCIA GERA VIOLÊNCIA?! http://www.youtube.com/watch?v=kxPNQDFcR0U as manifestações ocorriam com pixações que é uma forma de protesto pacifica e usada há mais de 50 anos… quem depredou ou forçou as pessoas a depredarem para criar rastros para pudessem fugir da violência foi o estado opressor… veja um dos videos, espero que apareçam mais das balas perdidas de borracha depredando agências e estações de metro como a TV anunciou…

    8. Túlio Responder

      Sabe o que é o mais revoltante, nojento e hipocrita disso tudo?
      Nossa atual presidente ERA UMA MANIFESTANTE! E não das pacíficas que usam cartazes para demonstrar seu ponto de vista. Das mais violentas, capaz de sequestrar um embaixador, e ser proíbida de entrada no país do mesmo. Daquelas que chora até hoje sobre como a ditadura foi sofrida, e como foi perseguida.
      Quando ela chega ao poder o que faz? Se torna a nova ditadora. Apoiando esse tipo de ação nojenta, esse tipo de ação anti-constitucional, e anti-democrática.
      Essa é a cara da nossa presidente. Uma hipócrita que faz o que tiver que fazer para se manter no poder, e continuar roubando a população.
      Bem vindos a nova ditadura!

    9. Rodrigo Responder

      Não existe maior depredação que a inoperância e a ineficiência dos Estados e da União, uma depredação massiva contra o País e todos seus cidadãos. Pagamos muito caro em tributos indiretos sobre todo tipo de operação para em troca recebermos ensino de má qualidade, transporte ineficiente, sistema de saúde caótico, polícia despreparada, falta de planejamento de curto, longo e médio prazo.
      Agora mechem diretamente no bolso de quem usa trasporte público diariamente de 3 a 4 vezes ao dia…
      Muitos mais protestos devem vir contra os maiores depredadores do País, os Administradores públicos, que não sabem fazer a tarefa de casa.

    10. Joana D'arc Responder

      Mas que fique claro que tbm tem videos de POLICIAIS tbm jogando pedra em vidros para que a culpa seja dos manifestantes.

    11. SANDRA Responder

      A realidade é que os R$ 0,20 de aumento do transporte foi a gota d’água para a manifestação popular.
      O povo demorou a reagir e de aguentar calado, pagando impostos imorais sem retorno. A saúde (com hospitais sucateados e sem médicos), a educação (péssima), a CORRUPÇÃO (imoral), superfaturamento (impunidade), a inflação que é negada pelos governantes e está aí nos atacando (apavorante).
      A presidenta promete, promete e o que vemos? Agradinho aos “necessitados” em bolsas disto, daquilo para arrecadar votos para possível reeleição. As “bolsas” ajudam uma parte de brasileiros e devem continuar, e os demais Brasileiros necessitados de dignidade??
      Quando Dna. Dilma anunciou que itens da cesta básica iria reduzir, aconteceu o contrário; quando falou que os pacientes de câncer deveriam atendimento prioritário, vimos reportagem no programa Profissão Repórter que uma mulher com indicação de biópsia teria de esperar 4 meses para realização do exame. Mas quando ela foi acometida desta enfermidade foi para o Melhor Hospital. E o povão? Que fica numa fila de espera de um ano ou mais para realizar uma cirurgia ou mesmo uma exame.
      O povo tem direitos que estão sendo negados pelo poder público. Chegou a hora de demonstrarmos que não é futebol nem carnaval que precisamos.
      E ONDE ESTÁ A DEMOCRACIA QUE TANTO LUTAMOS.
      FALAM QUE O POVO ESTÁ EXTRAPOLANDO NAS MANIFESTAÇÕES.
      SE A POLÍCIA ATACA AS PESSOAS REAGEM!
      Na maioria dos países o povo se manifesta nos desmandos do governo e insatisfações. E no Brasil? Será não estamos muito acomodados? Será que a má qualidade do ensino induz o Brasileiro à passividade, desconhecendo seus direitos? “Será que somos inúteis em não nos revoltar, exigindo uma qualidade de vida digna”?

  2. Alexandre Soares Contessa Responder

    É fácil falar que “não é hora de se discutir os exageros”, quando o prejuízo pelos atos de vandalismo são dos outros, não teus! Teu texto, em verdade, é mais um entre tantos que são escritos por intelectualóides da esquerda. Assim, com o devido respeito, é recheado de teses e suposições sem sentido. Mas, como felizmente vivemos em uma democracia (algo que contraria a esquerda), espero que tu continues a expor tua opinião.

    1. Jefferson Responder

      “A democracia contraria a esquerda”. Venceu como a afirmação mais absurda do ano. Afinal, não foi a democracia o resultado de tantas lutas da classe trabalhadora e liberal de esquerda? em detrimento daqueles mesquinhos conservadores corporativistas de direita. O que foram as Diretas Já pra você, baderna? Preferia que a situação continuasse como estava antes desse movimento provavelmente… Pelo contrário amigo, este texto escrito por esse intelectualóide é claramente muito importante, está advertindo contra uma tendência dos podres corporativistas que está retornando a este país. Muito apropriado relacionar o termo AI-5. Reclamar do prejuízo material advindo da luta da classe social que agora vai precisar comprometer a sua renda para um transporte que deveria ser público e, mesmo não sendo, não tem nenhuma qualidade… Isso é individualismo. Parabéns pela afirmação. Você mereceria um prêmio pela sua ignorância.

    2. Pablo Responder

      Alexandre Soares Contessa, em que mundo tu vives? deixe-me adivinhar: vc cresceu acreditando que os Estados Unidos sao o exemplo e os defensores da democracia e liberdade do mundo…contra os malvados comunistas que comem criancinhas….vx acha que os fins justificam os meios, mesmo estes meios sendo deshumanos porque senão, porque outro motivo seriam velados?…vc nasceu privilegiado e encheram tua mente do discurso que nossa sociedade é meritocrática que todos tem as mesmas oportunidades, mas bicho, acorda! Sai da tua trincheira de egoismo, materialismo e ódio (vou generalizar também: ‘qualidades que definem o pensamento de direita’) e percebe que este país na prática não é democrático nem nunca foi. Levar cacetada quando se sai à rua não é democracia…Vc quer continuar fingindo pra sempre que este país é justo mas no fundo sabe que não é, então defende o status quo pra não ter que levantar do seu sofá e pra continuar dando sua parte na formação de nosso ‘belo quadro social’…tenho pena de pessoas como vc que devem precisar de prozak pra dormir de tanta angustia e culpa existencia que sentem…e se não sentem pior ainda…nem merecem ser chamados de seres humanos…

    3. Lucas Democh da Silva Responder

      Alexandre, como você pode dizer que o prejuízo é seu e de seus pares? Pelo pouco que sei, todos aqui somos parte integrante desse ‘lindo e harmonioso’ país, e contribuímos na forma de impostos, ou seja, o ‘prejuízo’ também é nosso.
      Acho que te falta o significado das palavras revolta, protesto….

  3. Cesar Monteiro Responder

    Muito bom texto.

  4. Ines Responder

    Gostei muito do enfoque dado no artigo. Também enxergo que não luta em tamanha desiguladade, já perdeu o gosto e a esperança – já morreu! como diz o bom ditado gaúcho “Não tá morto quem peleia”.

  5. Luciana Responder

    “Do rio que tudo arrasta se diz violento, mas não se diz violentas, as margens que o comprimem”. Bertold Brecht

  6. Alexandre Siqueira Responder

    E ai globo news informa: hoje, texto de Romero Jucá começa a ser discutido no congresso para criar o crime de terrorismo no país… que, até agora, vai enquadrar qualquer ação que cause algum tipo de pânico social.

    1. Maria teresa Responder

      Lei contra crime de terrorismo no GOVERNO DILMA ‘QUE IRONIA”

  7. Sebastião Responder

    Porque as pessoas não se manifestam também contra a fome, contra a corrupção, contra os políticos corruptos, contra a desigualdade, contra os crimes bárbaros que vem acontecendo, contra os gastos inadequados do governo. Acorda Brasil! Acho digno protestar contra o aumento da passagem, mas bom senso é parte de tudo. A imprensa mostra aquilo que é conveniente a ela. Um canal de tv mostra a destruição provocada pelos que protestam. Outro canal mostra a truculência policial. Ambos tem ações ruins que denigrem o que deveriam estar fazendo de forma adequada.

    1. Django Responder

      Comentário imbecil mesmo, da profundidade de uma criança de 5 anos. Nossos conservadores têm o cérebro de um amendoim.

    2. Fernando Skodowski Responder

      voce é só mais um que acha que esse protesto é somente por causa de 20 centavos. se liga, o Brasil está acordando. a paciência se esgotou. esses 20 centavos representam tudo isso o que o Sr está dizendo que não se está manifestando.

    3. Kk Responder

      Estamos lá para isso. Se você acha que é só por R$0,20 você é um dos otários que estão com a bunda presa na cadeira criticando da tela de um monitor.

      Mas você não é uma dessas pessoas mesquinhas e vi não é ? Vamos lá protestar, vamos ?

  8. José Roberto Responder

    Engraçado que o Sr. só cita o governador do PSDB como BANDIDO na sua matéria, quando na verdade o prefeito do PT que o Sr. ajudou a eleger está alinhado com o governador. E pelo que sei é a CIDADE DE SÃO PAULO e não o ESTADO DE SÃO PAULO. Presidência e prefeitura não fizeram nada a não ser se esconder de todos esses atos. Coisa desse partido que sempre gostou de baderna, como o Sr. mencionou sobre as greves da CUT lideradas pelo 4 DEDOS. Esse por sinal nunca deve ter andado de ônibus, pq nunca trabalhou na vida.

    1. Kk Responder

      Polícia Militar de São Paulo é responsabilidade do governo estadual. Estude, por favor. Independente de quem seja. Alckmin foi o único otário a legitimar a violência. Acorde e proteste ! Saia da bolha !

  9. Luciano Maia Responder

    A mídia não mostra que o movimento é pacifista. Acrescentando: Quem “banca” a mídia são os anunciantes. Contudo, 55% da receita da mídia (rádio, TV e jornais) são das empresas estatais (BB, Petrobras e do próprio governo – são os maiores anunciantes). Não há veículo que sobreviva sem os anúncios gordos do governo. Quem banca a mídia é o governo, atualmente, um governo de esquerda, que sempre promoveu manifestações quando era oposição.. E que hoje não aceita manifestação por ser situação… trocando em miúdos: A mídia é fantoche do PT. Taí, um dia o PT apanhou, agora é hora de dar o troco.

    1. Paulo Cesar Fernandes Responder

      Não consigo ver esquerda no Governo do Lula nem da Dilma. Se apropriaram da política económica do FHC (Consenso de Washington) e seguem fazendo o que eles mandam. São a ponta de lança do Obama na América do Sul. Compraram os aviões da França? A Boeing não deixou. É um governo burguês como os anteriores. Com o agravante de não ter uma oposição séria e competente. Não há mais esquerda no Brasil, quando o PT se vendeu acabou o sonho. Traição a milhares de militantes, a gente subia morros, passava noites no diretório pintando camisetas e cartazes… uma porrada de coisas legais. Hoje o PT paga imbecis para ficar com suas bandeiras. Essa é minha vingança. Além de ser um partido de oportunistas e coisas piores. Em 1976/1977 foram os jovens que começaram a ir para a rua. Lembra? Expedito Soares; Alemão; Lula; estavam tentando tirar o Sindicato dos pelegos do PCB em SBC. Hoje acho que Lula nunca foi de esquerda e nem idealista. Sigo com os jovens, eles e os músicos sempre farejam o futuro melhor que ninguém. Abraço a todos. Paulo Cesar – Santos – Brasil.

      1. rebeca Responder

        E verdade..me lembro da minha esperanca por lula assumir, afinal ele deixou o nordeste num pau de arara…me sinto envergonhada com minha ingenuidade..acreditei neste homem..afinal ele viveu sentiu nao era mauricinho deslumrbado…coitada de mim nao voto maia em ninguemm..vou la anulo..espero o voto nao obrigatorio. enquanto issoANULO ELES NAO ME REPRESENTAM… POR DIAS MELORES PELA DEMOCRACIa E ESTADO DE DIREITO…

  10. Filipagem Responder

    O descaso do governo com os problemas sociais é o pior vandalismo que existe

  11. Arnaldo Responder

    “A continuar assim, em breve, líderes sociais estarão sendo presos acusados de terrorismo.” E não é que nessa quinta estavam discutindo um projeto para inserir o crime de terrorismo nas leis brasileiras?

  12. MUTICO Responder

    Perfeito!

    1. maria da grça de almeida fattore Responder

      Não podemos esquecer que esta democracia,não foi conquistada com uma revolução! Lula eleito democráticamente entrou e o cenário e outros personagens continuaram atuando. Ele dançou conforme a música. Qual seria a alternativa agora?

  13. Igor Responder

    Renato: “. E Alckmin está dando risada. Porque isso vai fazer bem para a sua popularidade. Afinal, em São Paulo há um eleitorado que quer o xerife na rua.”

    Me ajude, sinceramente, a entender que eleitorado besta seria este?

    Grato.

    1. Django Responder

      O mesmo que tenta eleger o Serra novamente, a classe média paulistana conservadora, reacionária, detentora de diploma, mas sem o conhecimento. Aquela que chama PT de comuna e a Dilma de terrorista. Aquele eleitorado que tem saudade dos militares, porque naquela época se respeitava uma farda.

  14. Nelson Responder

    Policial quebrando vidro de viatura pra incriminar, e justificar violência. Jornalistas sendo agredidos fisicamente com um excesso brutal de violência totalmente desnecessária. E mesmo assim, pessoas concordam! Incrível como sempre quem começa é a policia, e depois tem pessoas que ainda acreditam no oposto. Esse país é um circo! As pessoas aceitam ser manipuladas,
    Pra você que é pai, saiba que se tivesse dado uma educação descente pro seu filho; Com certeza ele estaria presente não apenas nesta manifestação, mas em muitas outras.
    Os movimentos sociais e protestos são o pouco que resta de dignidade à condição de cidadão; Concordar com esse tipo de opressão e achar essa violência policial necessária, é assinar o fim da alforria.
    Um governo que não teme o povo, é um governo corrupto e ditador! Povo que teme um governo não é cidadão, é escravo.
    A ditadura acabou, mas ainda reina disfarçada de democracia, nesta piada que se chama: BRASIL.

    1. francisco Responder

      Bravo, belissimamente colocado!

  15. Antonio Sardinha Responder

    A cada nova ação da polícia militar fico mais consciente em afirmar que esta instituição (um vestígio da ditadura militar) precisa ser extinta. Mais uma vez demonstra que é um braço do Estado (ou melhor, do governador) usado exclusivamente para reprimir. Sem estratégias, sem táticas e muito menos conceitos sobre como fazer a gestão de conflitos, demonstra que a brutalidade é sua única ferramenta. É mais uma ação desproporcional e truculenta que ficará sem uma resposta do Governo de São Paulo. Lamentável.

  16. Igor Lukarenko Responder

    Sabemos bem que esquerda ou direita perdeu completamente o significado nesse país, o único pensamento que se vê na política brasileira é o do “Opressor x Oprimido” ou o do “Situação X Oposição”. O problema da ditadura militar é exatamente o mesmo que acontece hoje, quando o governo do país é de esquerda justamente por isso.

    Enquanto continuarmos discutindo política com o esse pensamento protecionista que deveria caducado junto com a guerra fria essa cena vai se repetir num loop infinito e quem vai pagar somos nós.

  17. MarceloM Responder

    Se a PM de SP tivesse o mesmo desempenho com a criminalidade que demonstrou hj contra os manifestantes, poderíamos andar tranquilos, sem assaltos e homicídios. Mas é uma instituição criada na caserna, com fins repressores e que se especializou mais em aterrorizar e manter o povo submisso. É preciso repensar esta polícia.

    1. rosamaria Responder

      pensei a mesma coisa, porque a policia nao tem usado essa violencia com os criminosos? Eu sai do brasil por causa da falta de segurança, fui assaltada tantas vezes…e o que me espanta é ver comentarios de que no tempo da ditadura a gente andava com segurança, a unica coisa que existia era falta de divulgaçao das noticias que nao interessavam, as vezes me parece que existe uma parte da populaçao com saudades da ditadura, com inversao total da historia… eu vivi a ditadura vi amigos meus serem presos e se tornarem verdadeiros zumbis, e sao vistos hoje como bandidos, em outros paeses ao menos os rebeldes sao glorificados, no Brasil caem no esquecimento, invertem a historia e quando alguns poucos tem coragem de se manifeastarem sao tratados como na Turquia, na Libia???? que pais é esse?

  18. Hugo Responder

    O engraçado é ver políticos repudiando essas ações sendo que nos tempos da ditadura eles faziam protestos enfrentavam quem fosse necessário. E agora querem nos proibir de seguir o exemplo que nos deram no passado

  19. Henrique Moraes Responder

    Sim, temos que continuar lutando e como disse o texto. Temos que abrirmos os olhos de como eles estão relacionando os presos do protesto. Se deixar seremos todos presos por formação de quadrilha, e se a gente n abri o olho, vai acontece, pq a tv vai da muito apoio.

  20. maria da grça de almeida fattore Responder

    O Lula abriu o caminho p/ democracia agora falta arrematar esta questão! O que fazer? E como fazer?
    Os personagens mudaram,mas o cenário continuou lá !

  21. BNÊ Responder

    Li no: http://www.blogdacidadania.com.br/ este artigo. Veja parte dele ou todo ele neste endereço

    Esse movimento se intitula “Passe Livre” e tem um braço político composto por partidos como PSOL, PSTU e PCO, apesar de atrair independentes.
    Ao contrário do que alguns pensam, não é a primeira vez que se faz um protesto contra aumentos de tarifas do transporte público em São Paulo.
    Em 2006, o prefeito de São Paulo era Gilberto Kassab. As tarifas de ônibus e metrô foram reajustadas em 15%, muito acima da inflação, passando de R$ 2 para R$ 2,30.
    Em 2010, ainda com Kassab como prefeito, a tarifa do transporte público de São Paulo subiu ainda mais, 17,3%, passando de R$ 2,30 para 2,70. De novo, muito acima da inflação.
    Em 2011, o prefeito ainda era Kassab e a tarifa voltou a subir muito, agora em um intervalo bem menor do que nas vezes anteriores. O aumento foi de 11,11%, com o preço passando de R$ 2,70 para R$ 3.
    Ninguém, no entanto, tem memória de uma guerra campal pelas ruas de São Paulo igual à que se viu nos últimos dias.
    Além disso, desta vez a tarifa subiu muito menos, 6,6%, indo de R$ 3 para R$ 3,20.
    No fim de maio, o prefeito Fernando Haddad declarou que, diferentemente do que ocorrera no passado, buscaria dar um aumento menor para uma tarifa que subira, pela última vez, em 2011.
    Para dar um aumento abaixo da inflação, Haddad informou que seria preciso aumentar a verba destinada pela Prefeitura às empresas concessionárias de ônibus, o chamado “subsídio”.
    Parece justo. Não se pode pensar em melhor uso para o dinheiro dos impostos de todos os paulistanos do que subsidiar o preço da passagem de ônibus e de metrô.
    Parece que partidos da extrema direita está usando o povo como pau de manobra, para alegria dos da direita.
    Embora, trabalhador não se reúne as 3h da tarde para manifestações.

    1. Russo Responder

      Vcs só podem estar de brincadeira…. que absurdo é esse de trabalhador não se reúne as 3h da tarde para manifestações.

      Jeitinho brasileiro é isso aqui: Sair rindo, sabe-se lá do que, da própria desgraça…

      Em cima desse jeitinho brasileiro alguns muitos espertos montam em cima das costas do povão, o mesmo que tá trabalhando as 3h da tarde.

      E realmente não se pode pensar em melhor uso para o dinheiro dos impostos que pagamos já que até BARATA tem nos ônibus da cidade…um dos muitos fatores que leva ao grande sentimento do povão que ta la, assim como eu, trabalhando as 3h da tarde, comprar a porra de um carro e não ter que depender do EXCELENTE transporte público oferecido pelo governo, subsidiado através do meu e do seu imposto.

      Fora que isso é apenas a ponta do iceberg. Se é um movimento articulado ou não por PSOL, PSTU e o pelo ráio que o parta, o próprio movimento já tomou outro rumo. CHEGA DE IMPUNIDADE….

      E já que vc gosta de pesquisar no google sobre inflação e números, pesquise o que originou a revolta na Turquia…

      Eu fico HONRADO e FELIZ de ter gente que luta por mim as 3h da tarde enquanto eu trabalho.

    2. eliana Responder

      BNÊ, o artigo seria interessante, não fosse o fato de não haver necessidade de reajuste, já que o governo federal criou isenções para que isto fosse repassado ao custo da passagem e não para aumentar a margem de lucro das empresas!

  22. Lucas Santos do Nascimento Responder

    Muito bom Renato Rovai, ver textos como o seu ainda dá esperança em acreditar nesse país. Eu vi pessoas reclamando dos bens materiais…..não se preocupe Rovai….esses caras não conseguem ver nada além, ….o que esta acontecendo agora em São Paulo é para pessoas de visão mais aguçada…..é um espírito coletivo para melhorar o coletivo……perdas MATERIAIS um dia todos nós conseguiremos recuperar….Não desanima não Rovai, mantenha-se firme !! Abraços

  23. Raphael Tsavkko Garcia Responder

    Alckmin não é responsável. Ele é co-responsável. Haddad tem tanta culpa quanto o canalha tucano.

  24. João Carlos Paglia Responder

    Acabo de ver imagens do jornalista da Carta Capital derrubando o capacete de um policial militar antes de ser preso…..prova que a ação da PM foi legitima…..

  25. paulo santos de faria Responder

    Temos sim que ir pra cima. Estamos cansados de tantas covardias. Chega de se curvar para esta quadrilha que esta no poder. Que só aprovam leis, que vem de encontro ao povo, para nos fazer mal. Um País que não é mais nosso, assim como o petróleo, aonde anos e anos, ouvi “o petróleo e nosso” e tudo que é nosso é aumentado por culpa do nosso petróleo. Que porra de país é este?

    1. Francisco Responder

      Ir pra cima mané?? vc é um imbecil de esquerda que instiga a violencia. Gente como vc deveria ser expulsa da luta.Vc e seu partido ridículo.

  26. Thaíla Responder

    CHEGA DE FICAR NA PASSIVIDADE E ACEITAR TUDO! VAMOS PRA RUA! TÁ NA HORA DOS BRASILEIROS MOSTRAREM QUE NOSSO PAÍS NÃO É LIDERADO POR POLÍTICOS CORRUPTOS E UM BANDO DE EMPRESÁRIOS! CHEGA DE ABUSO DE PODER.

  27. Francisco Responder

    Porque depredar?? é dinheiro nosso sendo desperdiçado!! soua favor da luta sim, mas digo igual ao outro comentário lá em cima: Sem depredação!!! tirem os vandalos da luta e ela será aplaudida por esquerda e direita. Sou de esquerda, mas não aceito a destruição, se a policia usou spray de pimenta e balas de borracha foi para preservar o patrimonio publico.

  28. junior cury Responder

    Caro Deputado, não esqueça que a manifestação somente ocorreu em virtude do prefeito querer aumentar o preço da passagem do ônibus. No mais, penso que toda manifestação é democratica e livre e deve ser exercida, o que não se pode admitir, concessa venia, é formação de grupos sob o manto da manifestação/ reivindicação para causar baderna e destruição na cidade! abs

  29. José Roberto Responder

    Palavras do PREFEITO DO PT que a grande maioria de vocês ajudou a eleger: O prefeito disse que anteriormente chamou o Movimento Passe Livre para mostrar os custos do sistema de transporte público, mas que ninguém compareceu. Segundo ele, nenhum prefeito gosta de reajustar a tarifa porque “sabe que pesa no bolso do trabalhador”.

    Fica claro que querem apenas fazer baderna, sabendo que não vai haver redução e muito menos PASSE LIVRE.

    Se continuarem com essas manifestações, vão conseguir o que querem: matar alguém e usar isso para instaurar um CAOS na cidade.

  30. DANIEL DOMINGUES Responder

    Quando o truculento governo tucano através do ultra direita geraldo alkimim manda a sua policia oprimir a manifestação com rigor, ele deixa claro que dispensa a ajuda da “ultra esquerda” para ganhar as eleições em 2014, esta claro isso, ele disse em outras palavras na entrevista do JG agora de pouco “O QUE AGENTE PERCEBE QUE É UM MOVIMENTO POLITICO, PEQUENO, MAIS MUITO VIOLENTO NÉ”. Ele governa e se mostra para 35% dos paulistas que VOTARAM em seu governo, o resto para ele é resto. Agora a PIG tenta colocar Hadad a na mesma situação de alkimim!!! Hadad e PT seis meses de governo OMISSO e Alkimim e PSDB 20 anos em sp de MENTIRAS!!

  31. DANIEL DOMINGUES Responder

    O Ministério Público é omisso , ta esperando alguém morrer pra tomar uma atitude de suspender este aumento!! Entra logo com um mandato de segurança e suspensão dos contratos de concessão pública com a Prefeitura de SP!! Se escondem a traz da toga quando o cidadão precisa deles??!!
    há 13 minutos · Curtir

    O Alkimin e o Haddad ainda não entenderam que o povo cansou de ser tratado como gado!!

  32. DANIEL DOMINGUES Responder

    “FASCISMO” é ter que pegar condução lotada, ter uma porcaria de educação, ver as pessoas morrerem na fila dos hospitais e ainda ter que apanhar da policia quando voce reclama!!

  33. Alexandre Teles Responder

    ressaltando que “criminalização dos movimentos sociais que vem sendo arquitetada há tanto tempo pelas forças conservadoras do país” está sendo feita por um governo socialista. vale ressaltar que a prefeitura de são paulo é do PT. como também o presidente. tudo que é partido político é igual, chegou ao poder, vai tratar o povo da mesma forma.

  34. Diego Souza Responder

    Já é sabido que as leis e políticas de nosso país gritam por reformas e penalidades mais duras (ponto). Mas o ponto em questão é o despreparo de nossos políticos, não há preparo algum simplesmente qualquer um pode ser eleito, mais absurdo é (NÓS) colocarmos pessoas despreparadas para liderar nosso país. EU APOIO essa luta contra o aumento das passagens, e digo mais, esse tipo de manifestação demorou para se iniciar, temos que lutar pelos nossos interesses, não só pelo aumento da passagem, como dos combustiveis e alimentação…. Temos um dos países mais ricos do mundo, porém somos MAL ADMINISTRADOS e ROUBADOS por todos os lados.

    Agora vejo q é um absurdo, a cidade pegando fogo e a dupla Geraldo Alckmin e Haddad na frança dizendo que não vai aceitar o pedido da população? você analisaram se realmente devem subir o custo do transporte?
    O atual modelo de transporte público está precário, NÃO FUNCIONA… O preço cobrado só seria justo se:
    1) Tivessemos assentos para todos;
    2) Ar condicionado (afinal moramos em um país tropical);
    3) Corredores que de fato funcionasse;

    Pensem nisso antes de dar risada naqueles que te elegeram!!! Casamos de aceitar tudo que é imposto por vcs…

    Agora se vocês políticos acham que o transporte público tem qualidade, porque não vão ao trabalho com ele, ao invés de carro oficial ,,, se acham que a cidades está segura e o governo de vcs é o certo, porque andam rodeados de segurança?

    PARABÉNS À TODOS MANIFESTANTES, ENFIM ESTAMOS ACORDANDO!!!!

  35. Robinson Responder

    Os jovens – com algumas exceções – estão nos dando uma lição. Eles estão se cansando dessa pasmaceira que criamos para as novas gerações.

  36. marilza Responder

    É tomara que a classe média, consiga com essa manifestação, algum resultado positivo na diminuição dos preços das passagens. Esse movimento seria muito mais eficaz, se, ao invés das ações políticas de vandalismo esquerda/direita, ministrassem ensinamentos ao povo de como protestar e mudar as políticas brasileira. Portanto, os trabalhadores continuam suas jornadas nas fábricas, indústrias, escritórios. Que tal universitários? Pensem nisso.

  37. Isabela Responder

    Essa manifestação hoje é mais que o Movimento Passe Livre; se transformou numa oportunidade popular de demonstração de instatisfação e reinvidicação dos direitos MÍNIMOS de um cidadão. APOIO! É um ato LEGÍTIMO de cidadania!

  38. Josué Responder

    Não é apenas uma questão de R$0,20 centavos! Vai muito além!
    O que acontece no transporte, é algo abusivo e que passou da hora de uma punição grave aos donos dessas empresas. Veja bem:
    Os ônibus andam superlotados, onde muitas vezes, um homem para conseguir passar entre duas pessoas para descer do coletivo, precisa se esfregar em uma mulher e em outras pessoas. Colocando as pessoas em situação de constrangimento! Os passageiros são obrigados á ficarem grudados uns nos
    outros! Isso fere a dignidade humana! Isso vai contra os princípios humanos! Isso é abuso e não pode ser aceito!!! Quem achar isso normal, precisa rever suas bases de princípios, éticas e respeito ao ser humano!
    Outra questão é que estão colocando ônibus praticamente sem bancos, para caberem mais gente ainda!!!
    A população é tratada como gado! Isso é absurdo!!!
    Não consideram nem a segurança dos usuários. Colocam dentro desses ônibus degraus e um aviso sobre os mesmos, no teto!!! Oras, o sujeito olha o aviso em cima e derrapa e cai embaixo. Se a pessoa estiver subindo o tal degrau e o ônibus frear com tudo, ela será arremessada, de costas, caso não consiga se segurar! Isso não pode ser aceito!Não pode continuar! Não são oferecidas condições de segurança adequadas.
    Disponibilizam poucos ônibus e os motoristas para compensarem os buracos, correm muito, colocando vidas em risco!
    Reservam alguns bancos para os idosos, deficientes, gestantes, pessoas com criança de colo e obesos, mas ninguém considera o tempo que eles precisam ficar em pontos descobertos, tomando chuva, sob Sol escaldante, de pé, porque dificilmente há bancos para sentarem-se enquanto aguardam! Isso é um desrespeito ao idoso, gestante, deficientes e pessoas com criança de colo!
    Colocam micro-ônibus em pleno horário de pico. Quando uma pessoa com um porte físico mais avantajado fica em pé, ninguém consegue passar atrás! Isso deveria ser proibido também!
    E que negócio é esse de apenas uma empresa poder fazer um trajeto? Com uma demanda tão grande de passageiros? Sem concorrência, nunca haverá melhora!
    E o pior dos absurdos é esse repasse de dinheiro público para esses empresários donos das empresas de transportes. Já não é suficiente o lucro absurdo que obtém com poucos carros e todos lotados??!!!!!!!!!!
    Pesquisem sobre faturamento dessas empresas. Pesquisem em revistas internacionais, sobre o ranking de empresários que mais tém lucrado e constatarão que ter uma empresa de ônibus em São Paulo, é uma ramo muito lucrativo!
    A não ser que você seja um dono de empresa de ônibus ou dono de uma montadora, que lucra muito com esse caos, afinal: transporte público de péssima qualidade, vende mais carros!!!! Pensem nisso! ACORDA POPULAÇÃO!

  39. Roger Responder

    Grandes mudancas nao comecam grandes, comecam com pequenas e recorrentes atitudes. Sou absolutamente contra a violencia, mas evitar o direito do pensamento livre e de protestar em favor aos diretos basicos por meio de violencia policial, fianca de $20mil e acusacoes de terrorismo sao as “pequenas” acoes do governo com o objetivo de criminalizar qualquer tipo de protesto do povo. Este e’ o principio de uma ditadura velada. Lenta. Passando despercebida. Aparentemente visando o bem publico, mas no fundo buscando evitar oposicao ao governo.

  40. thiago Responder

    O QUE VCS QUEREM É ACABAR COM TUDO!!!! QUE LEGAL BANDO DE BADERNEIROS, A MAIORIA É FILHINHO DE PAPAI, SENDO USADO COM MASSA DE MANOBRA DO COM O PESSOAL DO PSOL, BANDO DE VANDALOS.

  41. JORGE MACHADO MARTINS Responder

    FUI MILITANTE NA DECADA DE 70 SEI BEM COMO ELES ARRUMAM FORMAS DE PRENDEREM COM JUSTIFICATIVAS COMO ELE JOGOU PEDRA NA POLICIA LANCOU COQUETEL ELE E BADERNEIRO ELE E GUERRILHEIRO, COMPANHEIROS A LUTA CONTINUA ´´´´´´´´´´´´´´´´´

  42. Lunardi Responder

    Lamentável o tratamento dado pelo governo(PT e PSDB) em vez de estarem aqui negociando estão em Paris
    O jovens precisão acordar ,pois UNE,Sindicatos etc.. estão todos mamando no governo.Vão a luta não tenham medo ,não façam vandalsimo reenvindiquem que o povo vos apóia.Juventude tem que ser ativa.Estes ladroes que estão no govendo sequestravam roubavam banco e matavam, A PresidentA não tem moral para falar nada nem estes canalhas ladrões condenados.

  43. juarez nunes Responder

    O texto é oportuno. O que percebo é que o conceito de luta -pode-se também chamar de luta de classes- deixa transparecer que ela deva ser desmedida, ou seja, da validade do uso da força. Com isso, acredito, não se conseguirá o resultado desejado…. meios torpes, invalidam fins justos.

  44. DBSilva Responder

    A policia baixar o sarrafo faz parte da democracia. Nada haver com AI5.
    Acontece aqui, no Japão, nos EUA, na França, na Rússia e em qualquer lugar.
    Protestar é preciso, mas protestar por protestar, é burrice e com influência político partidária e com depredações para chamar a atenção da mídia é dose. Tem que baixar o sarrafo mesmo.
    Do roubo no governo do LULA , mensalão não vi manifestações de protestos.
    O engraçado é que essas manifestações estão acontecendo em estados não governados por PTs ou suas cidades e capitais.
    Estão protestando por causa de aumento nas passagens.
    Protestem contra o aumento da inflação, do descontrole do gasto público que virou moeda de benefícios tanto para pobres como para ricos. Nunca se deu tantos benefícios para empresários e banqueiros como no governo do PT. E quem protesta?
    Temos um transporte público medíocre e se ainda vamos destruir o que tem e impedir de funcionar os prejudicados somos nós mesmos.
    Nossa “democracia” com este estado aparelhado pelo PT, mais um pouco, não duvido de um AI5.
    Vamos ver o tipo de criticar que vou receber dessa gente.

  45. DBSilva Responder

    Ah! A prisão de manifestantes faz parte do processo da manifestação. São perdas necessárias para os fins pretendidos.
    Diga para um manifestante se acalmar, pede para ele não ultrapassar a linha divisória do limite. Vivemos em sociedade que tem regras. Uma delas é respeitar as Leis.
    – Mas como eu tenho que respeitar as leis se até o governo não às respeita, os senadores, deputados, governadores, prefeitos, servidores, e o brasileiro….??!!??
    Esta ai, nossa Petrobras devendo bilhões de imposto e não que pagar. Vai recorrer a Justiça por que acha a cobrança uma injustiça. Isto é uma comédia. A Petrobras é uma empresa mista, mas é a bandeira do governo tem que dar o exemplo. Mas a que está reclamando é a parta S.A..
    O Que é que nós queremos. Sermos ricos como os norte americanos, ou pobres como os nigerianos. Lá na Nigéria rico é só o governo. Não é uma ditadura? O PT acabou de perdoar uma divida deles. Em prol dos pobres. AHAHAHAH!!!! E o PIOR, FOI COM TEU DINHEIRO, aquele que falta para a TUA Educação, para a TUA Saúde, para a infraestrutura etc.. É o jeito PT (LULA) de governar. Usar o teu dinheirinho para dar benefícios para os outros em prol de apoios futuros para continuar no governo mamando eternamente eu cada vez mais rico e vocês povo trouxa dependentes de mim eternamente.

  46. Pedro Henrique Responder

    Muito bom seu texto!!! Pena que temos pessoas como o Sr. Alexandre lá em cima, que ainda vem dizer que vivemos em uma democracia, será que ele tem razão? Democracia ou Ditadura? Está mais pra ditadura, pois democracia você tem o direito de manifestação livre, e não reprimido e massacrado como nos 4 protestos seguidos, este muito mais até, pois desta vez os manifestantes pouco revidaram!!!

  47. Tatiane Responder

    Prezados, Avisem a todos os manifestantes para usarem a bandeira brasileira como manto em volta do corpo, qualquer ato contra uma pessoa que esteja com a bandeira sobre o corpo é um ato contra a bandeira nacional.Isso é crime conforme o art. 44º do Decreto-lei nº 898, de 29 de setembro de 1969:”Destruir ou ultrajar a bandeira, emblemas ou símbolos nacionais, quando expostos em lugar público:Pena: detenção, de 2 a 4 anos.”Os policiais provavelmente não vão respeitar isso devido à seu péssimo treinamento e pouco amor à pátria. Isso vai fazer eles se atacarem, pois vão ser feitas fotos com policiais atirando contra a bandeira, atirando spray de pimenta e bombas.Mesmo se nesse momento a imprensa não ficar a nosso favor, vai atrair a atenção da imprensa internacional. Não apenas pelo fato do ataque à bandeira, mas também porque os dever de policias/bombeiros e médicos é servir a sua pátria

  48. xavier Responder

    Não podemos esquecer os nomes das pessoas que estão representando o povo nos dias das eleições…

  49. kabo Responder

    Sou dos que ficam esperando a policia descer a borracha nessa cambada de maconheiro, são todos uns rebeldes sem causa, massa de manobra. O país está ótimo mas querem tumultuar.

  50. Luis Responder

    Pedra na polícia fascista.

  51. Érica Neves Responder

    BASTA, BRASIL, BASTA!!!!
    Não aguentamos mais tanta corrupção, tanta opressão, tantas faltas importantes como saúde e educação.
    Não queremos nossos dinheiros em estádios monumentais. É colocar vestido novo e sapato de festa sem lavar o corpo imundo.
    Não queremos mais e não vamos mais aceitar calados. Temos voz, temos força e temos muita GARRA.

  52. Rosane Pinheiro Responder

    Alerta para a os Militantes dos Movimentos Sociais.
    Em vista das manifestações que estão acontecendo em todo o país proclamo a reflexão aos jovens e militantes.
    A ultra esquerda se juntou com a ultra direita, contra o GOVERNO FEDERAL, dentro destes atos estão querendo desmoralizar e criminalizar os movimentos sociais em busca do caos social.
    A MÍDIA BURGUESA esta depositando a culpa do vandalismo ORQUESTRADO por uma minoria, nos movimentos sociais, a TRUCULÊNCIA é por conta da POLÍCIA, retratando o resquício da ditadura. E isso que queremos? O retorno da repressão? Pensemos e façamos uma análise do que realmente por traz disso tudo que acontecendo no país.
    Não devemos esqueçamos a DITADURA DA MATANÇA e da DITADURA MIDIÁTICA, pois tudo que temos hoje é fruto da democracia que conquistamos com o sangue de pessoas que lutaram a favor da democracia que temos hoje.
    Estamos convocando para amanhã dia 19 de junho, estarmos na praça da polícia às 10:00hs da manhã para uma manifestação pacificação contra esse tipo de vandalismo nacional.

  53. DBSilva Responder

    Estão querendo nos dar um GOLPE DE ESTADO com esta história de PLEBISCITO. Vai ser do tipo BOLIVARIANO, como na Venezuela, Equador e Bolívia. É A CHANCE QUE O PT QUER PARA SE PERPERTUAR NO PODER. Devemos nos antecipar protestando contra tal pretensão do PT, que agora tomou a frente dos protestos COMO SE HEROI FOSSE DESTE MOVIMENTO, dando migalhas a população e a jovens estudantes. Vão dar um golpe por R$ 0,20 (vinte centavos) com apoio de todos. Devem estar dando risada desta possibilidade. Se não CUIDARMOS vão nos fazer de TROUCHAS. Caso ocorra o plebiscito, eles vão ditar as regras e nada vai poder ser mudado depois pois o discurso vai ser que: foi feito de forma democrática. VAI SER O VERDADEIRO GOLPE DE ESTADO DEMOCRÁTICO. E O POVO ÓH…!! QUE SIFU, e eles vão continuar deitando e rolando com teu dinheiro.
    Outra coisa.
    Falam tanto da ditadura, mas foi a ditadura que evitou uma ditadura de esquerda imbecil de não sermos um pais comunista. A turma de terrorista da época estão todos no governo gozando da mordomia. Inclusive criminosso que mataram em nome da ditadura das esquerdas. Olha a DILMA, e seus amigos.